Layout free: minimal (responsivo)


Faz pelo menos uns dois séculos que estou prometendo um template free responsivo, eu não imaginava que demoraria tanto pra conseguir. Mas o dia chegou e eu finalmente o trouxe pra vocês! É bem simplesinho, bem minimalista mesmo, eu fiz com a intenção de vocês personalizarem. Abaixo tem uma prévia e os links pra download, enjoy!




Pode usar como base, editar como quiser e tudo mais, só não pode tirar os créditos e falar que foi você que fez, tá? Os códigos do menu e dos gadgets estão no arquivo, qualquer dúvida é só me chamar no facebook, minha caixa de mensagens está aberta pra todo mundo ♥

Beijos e até o próximo post ♥
Onde me encontrar:
Fanpage | Instagram | Twitter | Youtube

Olá, você tem um minuto pra ouvir a palavra de Girls In The House?


Que eu sou viciada em The Sims não é segredo pra ninguém, tanto que quando eu sumo da internet os migo tudo desconfia que eu tô jogando - e eu tô mesmo. O que ninguém sabe é que, além de jogar, eu amo ler e assistir séries feitas no jogo. Eu estava bem triste que meu legado preferido tinha entrado em hiatus, mas então eu conheci Girls In The House, a melhor série que eu já vi em toda a minha existência. Se você ainda não conhece, garanto que está perdendo boas risadas.


A série gira em torno das amigas Alex, Honey e Duny - que é meu espírito animal e a melhor personagem. Elas administram a pensão da Tia Ruiva - a qual elas nunca viram a cara. Elas passam por vários perrengues, as coisas mais loucas acontecem e vários ícones do pop já passaram por ali, como Lana Del Rey, Sia e Queen B. Repleta de humor, sarcasmo e os melhores bordões, a série tem ganhado muito destaque por conta do spin-off Disk Duny - sim! A melhor de todas tem uma série só dela -, onde em um dos episódios ela e a amiga Priscilão resgatam a Sia do cativeiro da Beyonce.


Roteiro, edição e dublagem são por conta do maravilhoso Raony, que merecia um prêmio pelo talento e pela paciência. Além do mais, a série vai ganhar a versão Los Angeles, contando com novas personagens e nossa - nem tão - querida Matilde. O mundo vai ficar pequeno pra essas mulheres!


Vocês podem conferir o primeiro episódio abaixo e os outros vocês encontram no canal RaonyTV.



Beijos e até o próximo post ♥ 
Onde me encontrar:
Fanpage | Instagram | Twitter | Youtube

Casa da vó

Tive que terminar esse post já na minha casa, perdi o embalo do que tava escrevendo. Perdoem o vacilo e não desistam de mim :')
Eu, quase 20 anos nas costas, na faculdade, fiquei de férias e vim passar na casa da minha avó. Sim, eu poderia estar viajando com os meus amigos. Sim, eu poderia sair com o pessoal da facul, mas eles gostam de ficar bêbados em barzinhos onde pessoal de firma faz happy hour e ouve sertanejo e eu gosto de ficar bêbada na Augusta batendo cabelo ao som de Britney.

Faz quase um mês que tô aqui, esse tempinho no interior me fez bem. Eu fico o dia todo grudada no computador sem ninguém me incomodar, meu sonho. Botei muita coisa em dia: filmes, séries, fanfics - li e escrevi - e enfiei a cabeça que quero fazer uma HQ. ÉOQ, MININA?! Simmmm, eu quero começar uma história em quadrinhos! Já comecei, na verdade. Eu tenho todo o plot prontinho e, como não tenho mais paciência pra desenhar, estou usando o the sims 4 como minha cobaia. O jogo é lindo, rápido, tem atendido minhas necessidades e, apesar de ser um puta trampo, fazer animações é muuuuito legal.

Enfim, só vim aqui compartilhar as poucas fotos que tirei nos dias que consegui acordar cedo - pra manter a promessa de não abandonar o blog e porque sinto falta de um projeto fotográfico.

Bota *essa* musiquinha pra tocar.
Muito vibes.



Esse cabelo desbotado...


Eu tenho tara por fechaduras, socorro.



Já comeram bolacha Toddy? Não? COMAM.
Beijos e até o próximo post ♥ 
Onde me encontrar:
Fanpage | Instagram | Twitter | Youtube

Olar


Depois de uma - nem tão breve - crise existencial e as reclamações de sempre no twitter, percebi que tem alguma coisa de errado. Comigo, com esse blog, com o jeito que tô levando as coisas. Eu amo esse canto, eu amo blogar, mas não acho que esteja fazendo isso do jeito certo. Não que haja uma condição universal pra blogar - fora ter acesso à internet e conta em alguma plataforma -, mas eu tenho uma: é preciso estar feliz. Não feliz com a vida - porque a minha não anda lá essas coisas -, mas feliz quando eu abro o bloco de postagem e me sinto bem escrevendo pra vocês. Há muito tempo que isso não vem acontecendo e mesmo assim eu fui empurrando. Eu não me dei conta disso, até entrar no meu quase morto tumblr de fanfics pra excluir uma história que vinha sendo plagiada e lá achar o link pro Querida Loucura - meu antigo blog, pra você que chegou agora. Cliquei na url, que tem o hífen que eu sempre odiei, e desci a página com um apertinho no coração. Não era um AVC, era só saudade. Então eu li aquelas poucas coisas escritas pela Amanda - então Bella McCracken - de 16 anos e comecei a pensar no que mudou de lá pra cá - além da cor do cabelo. Eu lembro daquela época, eu estava numa fase de adaptação. Cidade nova, escola nova, divórcio dos pais. Apesar de tudo, estava bem. Tão bem que ponderei voltar, mas são quase 3 anos longe. Além do mais, a gente cresce e um dia tem que mudar de casa.

Eu mudei, tô aqui, reconheci que o que atrapalhou foi a importância que eu dei pra algumas coisas bem superficiais e agora digo com toda a certeza que não vou deixar o Blonde Chaos, nem dar uma pausa ou qualquer coisa do tipo. Só preciso de uns dias pra recuperar a essência, quem sabe dar uma cara nova pra esse cantinho, deixar com mais cara de lar.

Agradeço o carinho de vocês e a paciência infinita com os meus sumiços. Eu sou assim mesmo, não tem muito o que fazer UAHUAH

Beijos e até o próximo post ♥ 
Onde me encontrar:
Fanpage | Instagram | Twitter | Youtube
 
Blonde Chaos 2014 - 2016 © || Design e conteúdo por Amanda
[ voltar para o topo ]